sábado, 16 de outubro de 2010

COLECÇÃO PENSAR PORTUGAL - PERIGOS DE JOÃO DE ANDRADE CORVO

João de Andrade Corvo, o pai da moderna diplomacia portuguesa, escreveu na década de 70 do século XIX. "É grave a situação de Portugal. Confusão e incoerência de princípios, grande desordem nas finanças, enfraquecimento deplorável da autoridade, falta de confiança e um desalento injustificável atrás do qual se esconde um perigoso indiferentismo..." .
Andrade Corvo revela uma capacidade invulgar para analisar os principais desafios políticos e estratégicos que se colocaram a Portugal. O estilo é fascinante e a descrição dos factos rigorosa, o que confere a este livro um carácter único e empolgante.

Sem comentários:

Publicar um comentário